Relatos 01: Como lido com o Asperger em minha vida?

Relatos 01: Como lido com o Asperger em minha vida?

Faz algum tempo que não publicamos nada por aqui, mas voltamos com uma novidade super bacana que na certa fará com que nossa ausência seja compensada.

A partir desta semana estamos abrindo as portas do blog para que você que tem o Asperger em sua vida fale como é a sua lida diária com esta Síndrome que ainda é muito pouco conhecida por quase todos que vivem no mundo.

Na estreia da coluna “Relatos” iremos expor o relato de nossa leitora e colega Desirée que deu um relato de como a descoberta do Asperger transformou sua vida que até então era bem mais complicada do que antes do diagnostico. Confira abaixo o relato dela:

Bom… É complicado… Tenho 29 anos… E minha vida sempre foi muito difícil… Sofri muito bulling no colégio… Desde os 6 anos… Xingamentos… Apanhava… Chiclete no meu cabelo… Enfim… Fica sempre sozinha… No intervalo ficava na porta até terminar e poder entrar na sala… Sentar em minha carteira e ficar encolhida… No intervalo quando eu levava algo para comer… Ía até o banheiro lanchar… Odiava educação física… Pois era a matéria que mais havia exposição… Como gostava de me esconder… Era a pior matéria do mundo para mim… Trabalho em grupo… Isso não existia para mim… Fazia sempre sozinha… Os outros alunos só falavam comigo para colar de mim nas provas… No restante era invisível… Em casa também… Meus pais e meu irmão brigavam muito comigo por eu ser assim… Sempre ficava trancada no quarto… Ouvindo música… Jogando videogame… Ou desenhando… Minhas paixões… Com tanta desprezo dos familiares e de todos por mim… Cada vez sofria mais e mais… Com isso acarretaram outros problemas de saúde físicos e mentais… Fui abusada aos 9 anos… Tentei suicídio diversas vezes de várias maneiras diferentes… Tenho meus braços cortados… Mas o pior que nem eu me entendia… Pois meus pais nunca cuidaram de mim… Então não sabia que eu era portadora de Asperger… Então nem eu conseguia me ajudar direito… E nem tinha motivos para isso… Sempre quis casar e ser mãe… Casei… No celibato… Como sempre quis… Com 20 anos… Tenho 5 filhos… Porém meu ex marido também foi ruim para mim… Me agredia e me abusava… Enfim… Tive um cachorro na infância… O Hugo… Meu amor… Que cuidava sempre de mim e me protegia… Ficava sozinha a noite desde os 5 anos e era ele quem me cuidava… Meu lindo… Aos 12 anos nos mudamos para um apartamento e não pude mais vê-lo… Sofri muito com isso… Tenho muitas saudades dele… Depois aos 14 tive outro Amorzinho… Meu cachorrinho Bob… Que me cuidava e protegia também… Achei ele abandonado na rua… E foi amor a primeira vista… Meus dois amorezinhos eram vira latas… O Bob ficou comigo até ano retrasado… Quando ele morreu… Enfim… Minha vida foi muito solitária… Com meus cachorrinhos e meus filhos… Não podia nem chorar que brigavam comigo… Sempre me senti de outro mundo… Ainda me sinto… Não sou daqui… Não me encaixo nesse mundo… 90% das coisas são estranhas para mim… Estou passado por um momento difícil… Pelo divórcio… Mas estou mais feliz… Fui diagnosticada com Asperger agora com 29 anos… Passei a entender 70% sobre mim… Estou com um marido que é meu príncipe e meu filhinho… Hoje posso dizer que é menos difícil viver nesse mundo estranho…

Conte para nós o seu relato para isso comente abaixo ou use a guia ‘contato’ para mandar o seu relato, você também pode nos contactar por meio da nossa página no Facebook.

FernandoAzevedo