Autismo

Como lidar com uma criança autista agressiva?

Saiba como lidar com uma criança autista agressiva

Faz algum tempo que não aparecemos por aqui, mas voltamos com um assunto que é uma preocupação constante na vida de pais de crianças que tenham algum grau de Autismo.

Algumas dessas crianças podem se tornar agressivas, algo que torna a convivência com outras crianças e até mesmo com outras pessoas bastante difícil. Mas será que existe algo que pais e pessoas que convivem com elas, podem fazer para que essa agressividade seja evitada? E ainda, o por que dessas crianças estarem se portando com agressividade?

As crianças como um todo tendem a demonstrar suas emoções por meio de atos que para nós adultos podem ser vistos como irracionais e um destes é tentar chamar a atenção dos outros por meio da agressividade, seja ela física ou verbal.

Isso geralmente ocorre, pelo fato das crianças ainda não terem total domínio das próprias emoções, algo que se torna ainda mais difícil no caso das crianças autistas que tem extrema dificuldade em entender as emoções a sua volta e ainda a lidarem com as delas mesmas.

É por conta disso tudo que abaixo iremos listar alguns pontos os quais devemos ficar atentos e que podem ser as causas da agressividade da criança autista!

  • Identifique o motivo da irritação da criança: Isso pode parecer bastante obvio, mas nem sempre os pais conseguem saber o porquê dos filhos estarem nervosos e no caso de uma criança autista que não sabe muito bem expressar seus sentimentos, isso se torna ainda mais complexo. No entanto, apesar disso, a agressividade em crianças autistas, assim como em crianças neuro-típicas tende a surgir por alguns fatores, sendo eles: separação dos pais, educação com muitos privilégios onde os pais tratam a criança diferente, somente pelo fato dela ser autista, fazendo assim que ela não saiba exatamente seus limites, exposição a ambientes estressantes como locais barulhentos ou ainda que tenham muita luz ou odores fortes, mudança brusca de rotina, mudança de localidade, dentre outros. Em casos assim, é preciso estimular a criança a dizer o que esteja a incomodando, como sabemos que autistas tem dificuldade em expressar em palavras o que sentem, talvez uma alternativa seja pedir que ele desenhe o que o incomoda ou ainda escreva, caso já seja alfabetizado!
  • Ensine a criança a lidar com as emoções: Apesar de parecer algo difícil, crianças autistas tem plena capacidade de aprenderem a lidar com as emoções, para tanto, é preciso que seus pais tenham paciência e ensinem de maneira clara que elas tem total liberdade de falar o que esteja as deixando incomodadas. Como citado acima, formas excelentes de ajudar os pequenos a lidarem com as emoções é incentiva-los a desenhar e escrever, além disso, incentive-os a praticar algum exercício físico, conte histórias infantis que o mantenha distraído, tudo isso deve ajudar a diminuir o estresse do momento e fazer a criança a se acalmar!
  • Crie uma rotina clara para a criança seguir: Autistas tendem a seguir uma rotina muito bem estabelecida, que é desenhada por eles por meio de hábitos rotineiros que para pessoas tidas como ‘normais’ podem ser apenas a rotina comum, porém, no caso do autista, a rotina é bem mais séria, onde pra tudo existe um horário ou um padrão de comportamento. É por isso, que os pais precisam tentar deixar que a rotina das crianças autistas tenha um funcionamento uniforme e com regras bastante explicativas e quando a rotina precisar ser quebrada por qualquer motivo que seja, cabe a eles tentar explicar para a criança que naquele dia não poderão fazer tal coisa, por precisarem fazer algo diferente. Com uma boa conversa, certamente ele ou ela o entenderá!
  • Evite ter momentos de nervoso na frente das crianças: Pais de crianças autistas ou não, devem evitar o máximo que puderem, deixar que o estresse do dia a dia acabe fazendo com que tenha uma explosão na frente da criança. Crianças tendem a se espelhar nos pais e em outras pessoas com quem convivem e caso alguma dessas pessoas seja vista aos berros com alguém, ou ainda tendo qualquer outro comportamento violento, certamente que a criança achará que esse comportamento é algo normal a ser seguido, e no caso de autistas que veem padrões em praticamente tudo, isso pode ser ainda pior, por isso, se controle ao máximo na frente das crianças e nunca deixe suas frustrações aparentes, mesmo que seja difícil!
  • Nunca deixe a criança inserida em ambientes violentos: Isso é algo que todos pais tentam evitar, mas nem sempre nos damos conta que talvez um inocente desenho pode contribuir para que a criança se torne violenta, como dito acima, autistas seguem padrões e existem muitos desenhos que mesmo inocentemente incentivam que crianças sejam agressivas ao mostrarem de maneira cómica alguém sendo agredido ou gritando, por isso, é sempre bom, os pais avaliarem bem o que as crianças andam vendo que pode ser um dos motivos dela estar ficando agressiva.

Seguindo essas dicas, certamente conseguirá evitar que a criança autista fique agressiva, caso não consiga isso, busque conversar com a equipe de apoio do autista (TO, fonoaudiólogo, psicólogo, neuro) que certamente ajudará a descobrir as causas para que ele ou ela esteja agressivo!

FernandoAzevedo

Recent Posts

Fui diagnosticado com autismo, devo apresentar o laudo no trabalho?

Se você descobriu recentemente que é autista, pode estar se perguntando se deve compartilhar o…

5 meses ago

¿Cómo es salir con una persona autista?

Cómo es tener una relación con una persona autista: Consejos y Experiencias Tener una relación…

11 meses ago

Como é namorar uma pessoa autista?

Como é Namorar uma Pessoa Autista: Dicas e Experiências Namorar alguém é uma jornada emocionante,…

11 meses ago

¿Pueden los autistas vivir solos?

¿Pueden los autistas vivir solos? Descubre cómo se relaciona el autismo y la autonomía El…

11 meses ago

Autistas podem morar sozinhos?

Autistas Podem Morar Sozinhos? Descubra Como o Autismo e a Autonomia se Relacionam O autismo…

11 meses ago

¿Por qué las personas autistas tienen dificultades para aprender cosas simples?

La educación y el aprendizaje son una parte importante de la vida, pero para las…

12 meses ago