Como buscar diagnóstico para o Asperger e ainda como ele é feito

Como buscar diagnóstico para o Asperger e ainda como ele é feito

Descubra como o diagnóstico para o TEA é realizado

Conforme prometemos há algum tempo, aos poucos, estamos atualizando nossos artigos que tratam sobre a Síndrome de Asperger, ou ainda do grau mais leve dos transtornos que compõem o Espectro do Autismo, popularmente conhecido como: TEA.

Pessoas que tenham o TEA em sua vida, seja em qual grau que for, tem entre outras coisas, o fato de possuírem dificuldades na interação social e ainda alguns problemas motores.

Aqueles que estão enquadrados no grau 1, ou ainda que tem apenas um traço do autismo, por assim dizer, se enquadram dentro do diagnóstico da Síndrome de Asperger, mas enfim, como esse diagnóstico é alcançado?

Na maioria dos casos, ele nem sempre é feito, isso porque, não existem exames que detectem, qualquer nível do autismo, e como existem poucos especialistas que se especializaram nesta área, muitos são os casos de pessoas que possuem algum grau do transtorno, mas vivem suas vidas, sem sequer saberem que o tenham.

Muitas das vezes, essas pessoas crescem achando que tem uma personalidade excêntrica e na maior parte das vezes, crescem sofrendo, uma vez que por mais que não saibam o que as torna diferentes das demais, ainda sim, desde muito cedo, elas descobrem que não são exatamente como os demais que são vistos pela sociedade como sendo “normais”.

Algo que em termos corretos, seriam os neuro-típicos, ainda não se sabe ao certo, o que pode causar o TEA, mas o que se sabe, é que ele de algum modo, é causado por uma alteração no funcionamento dos neurônios, que em boa parte do tempo, faz com que quem o tenha, tenha dificuldades de entender coisas simples, como por exemplo, ler expressões e demonstrar aquilo que sentem, ou ainda terem empatia.

Tudo isso, faz com que essas pessoas sejam vistas como frias e sem sentimentos, ou ainda como problemáticas, é por conta destes fatos, que o diagnóstico seria importante de ser alcançado ainda na infância.

Essa descoberta precoce, ajudaria que essas pessoas passem por terapias ocupacionais, que fariam com que assim, se preparassem para lidar com o mundo que os cerca.

No entanto, isso não acontece, na maioria dos casos, e isso, dificulta e muito a vida destas pessoas. Mas apesar de tudo, quem suspeita que tenha o transtorno, ou conheça alguém que creia que o possua, pode ir em busca de um diagnóstico tardio, que ainda pode ajudar a entender melhor mais sobre si mesmo e suas peculiaridades.

O diagnóstico do Asperger na maioria das vezes é dado por meio de testes neuro-psicológicos, nos quais os médicos propõem que a criança, adolescente ou ainda o adulto, com suspeitas de Asperger, ou qualquer outra ramificação do TEA, realize algumas tarefas, nas quais, o especialista irá avaliar o seu comportamento, tais quais, como: o seu grau de atenção, memória e ainda a sua sociabilidade.

Outro teste comumente adotado, é um teste no qual o paciente precisa interpretar as emoções em outros indivíduos, geralmente por meio de imagens. Onde pessoas com diversas expressões faciais são apresentadas, essas demonstrando diversas emoções, como alegria, tristeza, ansiedade, entre outras.

Segundo especialistas os pais devem ficarem atentos a alguns “sinais” muito comuns na Síndrome de Asperger, esse sinais seriam um grande padrão repetitivo e interesses limitados em atividades e comportamentos.

Em outras palavras, o indivíduo com suspeita de Asperger, geralmente apresenta um comportamento do qual necessita de uma rotina a ser seguida, é extremamente focado em determinadas atividades, muitas vezes negligenciando outras, para a realização de tal tarefa da qual se tornou hiperativo.

Outro “sintoma” comum é a dificuldade na interação social, pessoas com Asperger tem grandes dificuldades de serem introduzidas no convívio social, e na maioria das vezes, preferem ficarem sozinhos.

Caso seu filho ou ainda você mesmo apresente esses sintomas ditos acima, procure um especialista e busque seu diagnóstico.

Abaixo alguns especialistas em diagnostico do Asperger em algumas regiões do Brasil:

Dra. Marcia Ramalho Sodré Ferreira

Rua Manoel de Nobrega, 354 – São Paulo-SP

Contato: (11) 9970119451

Dr. Walter Sena

Rua Cinco de Julho, 296

Contato: (22) 982335554

Dra. Janaina Cerqueira

R. metadio Coelho 91 Ed Prado Empresarial SL 503 (Cidadela)
40279120 Salvador, Bahia BA

Dra. Mariana Guedes Coelho

Aliar Instituto Clinica de Psicologia e Psiquiatria – Asa Norte
Asa Norte – SMHN Quadra 2 Bloco A Sala 306 – Edifício de Clinicas – entre o HRAN e o Hemocentro – ao lado do Shopping Liberty 70710-143 Asa Norte Brasilia
Contatos

(61) 8377-0606
(61) 3245-2003
(61) 99961418

Dra. Camila da Silva Fraga

Felipe Camarão, 690 conj 301
90035140 Porto Alegre, Rio Grande do Sul RS

Bem esses especialistas citados acima são alguns encontrados no site “Doctoralia”, existem muitos outros em diversas regiões do país. Encontre o mais próximo a você e busque o diagnostico.

FernandoAzevedo