BREAKING NEWS

Qual a importancia de um Asperger ter um trabalho?

Foto: Reprodução

Será que ter um trabalho, faz alguma diferença na vida de um Asperger?

Hoje irei narrar o artigo em primeira pessoa, visto que o tema tratado requer alguns exemplos práticos e desta maneira, irei me basear em minha própria historia para tentar deixar evidente minha opinião sobre o assunto.

Como é de conhecimento de boa parte das pessoas que frequentam esse blog, uma pessoa que tenha a Síndrome de Asperger em sua vida, tende a ter dificuldades para se relacionar com outras pessoas e ainda podem ser meio “atrapalhadas” devido a algumas dificuldades motoras.

Também nunca é demais lembrar que o Asperger é hoje em dia classificado como sendo o grau mais leve dos Transtornos do Espectro do Autismo ou simplesmente TEA, como ficou mais conhecido popularmente.

Tendo em vista essas características acima citadas, fica meio nítido que a vida destas pessoas, deve ser carregada de dificuldades, e no trabalho não é muito diferente.

Isso porque ao ser inserido no mercado de trabalho, o Asperger terá que sair de sua “bolha” e enfrentar o mundo a seu redor da forma que ele é, é devido a esse fato que defendo tanto o quesito de que um Asperger precisar ser simplesmente uma pessoa comum, como qualquer outra, ao dizer isso não estou dizendo para ninguém fingir ser aquilo que não é, simplesmente estou dizendo para que cada um seja, ele mesmo!

Mas voltando ao tema, é no trabalho que boa parte das relações interpessoais destas pessoas é iniciada e muitos enfrentam grandes dificuldades, já que tem certas “deficiências” em acatar ordens que não sejam narradas de forma clara e especifica, outro ponto de dificuldade é o fato de não saberem se portar muito bem em um grupo de pessoas, algo quase essencial na maioria das profissões.

Só que será que o trabalho tem alguma importância na vida de um Asperger?

Em minha humilde opinião que mais uma fez saliento que pode não ser a mesma de outros e nem quero que seja, eu acredito que um trabalho pode ajudar e muito uma pessoa que carregue o Asperger em sua vida a se desenvolver de forma mais eficaz.

Isso porque ao ter uma função dentro de uma empresa, como já dito acima, o Asperger não poderá viver no mundo paralelo que muitos vivem, e precisara aprender a lidar com o mundo que o cerca.

Pode até ser difícil no começo, alguns podem sofrer para se adaptar, mas como já citado diversas vezes por aqui, um Asperger pode ser uma pessoa “normal” como qualquer outra por ai, ele somente não é igual a maioria, mas cá entre nós, quem é igual a todos?

Desta maneira eu concluo esse artigo dizendo que se você é um Asperger e tem vontade de trabalhar, faça isso, isso me ajudou muito em meu desenvolvimento, antes de trabalhar em uma empresa eu não tinha muita noção das regras do mundo e sofria muito com tudo, aprendi lidar com pessoas, lidar com brincadeiras de mau gosto, lidar com minhas diferenças para o resto do mundo, em outras palavras, aprendi a ser eu, sem querer fingir ser um outro alguém!

Caso ache erros no texto, avise que será corrigido o mais breve possível!
« »