BREAKING NEWS

Como é quando algo na rotina de um Asperger é quebrado?

Foto: Reprodução

Como será que um Asperger se sente, quando algo muda em sua rotina?

O artigo desta semana vai tratar sobre algo que muitas pessoas que tenham o Asperger em sua vida, tendem a seguirem.

A maioria destas pessoas, costumam seguir uma rotina muito bem definida, impondo horários e definindo atividades a serem realizadas ao longo de seus dias.

Mas como será que esses indivíduos reagem, ao ter a sua rotina alterada por algum motivo qualquer?

Como já é de conhecimento de todos que acompanham esse humilde blog, a síndrome de Asperger nos dias atuais é definida como sendo o grau mais leve do autismo, e esta inclusa nos Transtornos do Espectro do Autismo (TEA).

Sua principal característica é uma certa dificuldade na interação social e ainda alguns problemas de coordenação motora.

Outro ponto marcante nestas pessoas, fica pelo fato, de terem uma necessidade acima do “normal” de ter suas atividades do dia a dia, muito bem definidas.

Costumamos dizer que uma pessoa que seja “Aspie” tende a querer ter o “controle” das coisas a sua volta, o que será que ocorre quando, isso foge de suas capacidades?

Por mais que um Asperger tente manter uma rotina muito bem elaborada e a siga a risca, pode ocorrer alguns fatores externos que façam com que a mesma, venha a ser alterada.

Quando isso ocorre, estas pessoas tendem a ficarem extremamente incomodadas, alguns podem ter as temidas crises nervosas, que já citamos por aqui algumas vezes.

Outros podem se sentirem deprimidos e assim, acabam regredindo em alguns pontos, como exemplo, podemos citar um suposto caso, onde o Asperger estivesse tendo uma evolução em sua socialização com o mundo que o cerca, mas por ter tido, algo em sua rotina alterado, ele regrediu totalmente e retornou ao estagio inicial.

Esses dois fatores citados acima, são apenas alguns dos mais comuns, quando a rotina destas pessoas é quebrada, muitos se sentem angustiados e passam dias se perguntando, o que poderiam ter feito de diferente, para cumprir com aquela tarefa.

Isso até mesmo, quando o fato gerador da não realização de determinada tarefa, não é de sua própria responsabilidade.

Um exemplo disso seria, um Asperger que entra de férias, seja na escola ou no trabalho, ele estava acostumado com a rotina de ir e vir todos os dias a um determinado lugar, e passa dias angustiantes, até que tenha a sua rotina restabelecida.

O incomodo com a não realização de algo em sua rotina, fica visível para aqueles que cercam essas pessoas e a esses, cabe apenas, tentar fazer com que o individuo tente focar seus pensamentos em outra coisa qualquer.

 

Caso note algum erro gramatical ou ortográfico nos avise!
« »