BREAKING NEWS

Um Asperger pode ter um filho que tenha a síndrome?

Foto: Reprodução

Um Asperger pode ter um filho que também tenha a síndrome?

Hoje o artigo irá falar sobre algo que pode deixar alguns jovens casais, meio que aflitos.

Um casal, onde um  dos dois, que esta dentro dos transtornos do Espectro do Autismo, correm algum risco de terem filhos que também  estejam dentro do espectro?

Essa é uma pergunta que muitos se perguntam ao conseguirem formar uma família algo que por si só já é uma grande vitoria na vida destas pessoas.

Visto que segundo estudos, apenas 9% destas pessoas que tenham algum dos transtornos que são parte do TEA, conseguem se casarem.

No caso da questão dos filhos da união destas pessoas, terem ou não terem riscos de também sofrerem com algum dos graus do TEA, é um assunto a ser avaliado com cuidado.

Não existe muitos estudos a respeito deste tema, o que se sabe é que um pai ou uma mãe que seja Asperger, ou simplesmente TEA, tem maiores probabilidades de terem filhos que estejam dentro de algum dos graus do Espectro do Autismo.

Mas isso não quer dizer necessariamente que estas pessoas terão filhos com a síndrome.

Sabe-se muito pouco sobre as origens das causas do Espectro do Autismo e por isso é difícil mensurar quais são as chances de pessoas que sejam parte do espectro terem filhos, também TEAS.

O mais indicado no caso desta duvida, é a busca de profissionais especialistas no assunto, estes irão avaliar o quadro em particular e ver se existe ou não algum risco dos filhos destas pessoas virem a sofrer do Asperger, ou ainda de qualquer outro transtorno que seja parte do TEA.

Essa é uma preocupação genuina, porém caso seus filhos venham a nascer dentro do espectro, saiba que você saberá lidar com tudo da melhor forma possível!

 

« »