BREAKING NEWS

Como um Asperger pode lidar com o bullying?

Como um Asperger pode lidar com o bullying praticado contra ele?

Hoje iremos falar sobre um assunto que costuma ser presente na vida de quase todos os indivíduos que tenham em sua vida a Síndrome de Asperger, que nos dias atuais é conhecida como o grau mais leve dos Transtornos do Espectro do Autismo (TEA).

Praticamente todos os individuos que tenham algum dos graus do TEA, acabam por sofrer bullying em suas vidas.

Sejam estes atos praticados no ambiente escolar, ou ainda em qualquer outro.

Tudo isso tende a prejudicar e muito o desenvolvimento deste indivíduo.

Para quem não sabe o que é o bullying, podemos definir o mesmo, como um conjunto de agressões físicas ou ainda psicológicas contra uma determinada pessoa que acaba tendo uma baixa estima.

E ainda  outros problemas como a ansiedade que afeta muito a vida destas pessoas, que podem ate mesmo entrarem em depressão.

Geralmente os praticantes do bullying o fazem para se sentirem no “controle” como se maltratando um outro alguém, pudesse se tornar algum tipo de “líder” naquele grupo do qual faz parte.

Um Asperger tende a ser vitima do bullying por conta de sua personalidade um tanto “diferente” do resto das pessoas.

O  Asperger tende a ser mais reservado, e somente fala com aqueles que se dispõem a falarem com ele e tendem a serem muito centrados e sinceros ao extremo.

Sinceridade essa que pode ser um precursor para os praticantes do bullying o atacar, isso porque um Asperger não consegue ver algo que considera “errado” e ficar de boca calada, com isso acaba sendo o famoso “X-9”.

Ou ainda um “fofoqueiro” e assim passa  a ser atacado por essas pessoas e começa a sofrer com agressões físicas, e tormentos psicológicos que só prejudicam o seu desenvolvimento como um todo.

O grande problema de quem sofre bullying fica pelo fato destes terem “receio” de contar a sua família sobre o problema, e assim acabam levando todo aquele sofrimento em silencio e assim podem acabar entrando em depressão e perdendo o interesse em coisas que eram importantes em sua vida.

Existe também o oposto a isso, alguns lidam com o bullying, partindo para o contra-ataque e podem acabar se tornando pessoas violentas.

Em ambas as situações o indivíduo que é vítima do bullying acaba prejudicado.

O melhor nestas situações é ignorar o agressor, um valentão quando ignorado perde a graça e passa a focar a sua “autoridade” a uma nova vitima, não que jogar o seu fardo para uma outra pessoa seja a solução, mas infelizmente esse ainda é o melhor remédio para o problema.

Quando sofrer algum tipo de violência física em um ato de bullying, não se sinta intimidado em denunciar, seja para os pais, ou ainda para os responsáveis em sua escola, universidade, trabalho, ou qualquer ambiente social que seja.

Um conselho aos familiares de uma pessoa Asperger é buscar conversar ao máximo com seus filhos, caso eles passem a apresentar uma perda de interesse por coisas que lhe eram extremamente necessárias.

Nesta conversa busque  aconselha-lo que por mais provocativa que possa ser uma determinada brincadeira, ele busque ignorar, como citado acima, ignorando o agressor ele tende a perder a graça e assim deixa de incomodar a pessoa da qual faz de vitima.

No caso das escolas, resta apenas conscientizar os seus alunos para que estes conheçam tudo de ruim que o bullying pode trazer para suas vidas, sejam eles os agressores ou ainda as vitimas.

Existe um longo caminho ate que o bullying pare de ser praticado contra as pessoas vistas como “diferentes”, mas aos poucos e com muito dialogo podemos ir o exterminando.

« »