BREAKING NEWS

Como lidar com o uso de palavrões por um Asperger?

Foto: Reprodução

Palavrões são palavras ofensivas criadas com o intuito de ofender ou denigrir a imagem de alguma pessoa ou ainda definir um ato como algo errado.

A maioria das pessoas usam um palavrão em algum momento de suas vidas, mesmo que neguem que já tenham o feito. Mas e um Asperger, como será para ele o uso de palavras deste tipo?.

Como se sabe pessoas que tem algum grau do autismo, são seres que estão quase sempre observando as coisas que os cercam, e ao ouvirem palavras “novas” estes começam a fazer um uso desenfreado das mesmas.

E quando estas novas palavras são palavras de baixo nível, ou ainda os já conhecidos “palavrões”, os familiares e aqueles que cercam o Asperger, tendem a passarem por situações constrangedoras.

Isso porque geralmente um Asperger não possui aquele “filtro” natural que a maioria das pessoas tem em determinadas situações.

Vamos citar um exemplo, supondo que uma pessoa tenha se sentido ofendida com determinada atitude de outra pessoa qualquer, por “educação”, uma pessoa “normal” tende a não dizer nada para o outro, mas mentaliza palavras nada amigáveis que gostaria de dizer para aquela pessoa, naquele momento.

Porém não o faz, mas quando  a situação citada acima é com um Asperger, ele tende a dizer tudo que pensa a respeito daquilo que ocorreu e pode fazer uso de palavras bem depreciativas.

Situações estressantes também são pontos chave, para que um palavrão seja utilizado por uma pessoa qualquer, e para um Asperger isso pode acabar fugindo de seu controle.

Vamos supor que você esteja com um Asperger em um grande engarrafamento por exemplo, geralmente estas pessoas não gostam de ficarem em lugares apertados e fechados por muito tempo.

E pode ser que ela entre em “crise” e é neste momento que começa a xingar tudo e todos que estão a sua volta. Mesmo que estes nada o tenham feito.

Nestes casos seus familiares precisaram ter muita paciência para lidar com a situação e fazer com que o Asperger volte a seu estado “normal” e assim que isso ocorrer, precisará explicar em detalhes os motivos dos quais eles não devem sairem xingando todos sem um motivo aparente.

Mas não pense que pessoas que tenham o Asperger ou qualquer outro grau dos Transtornos do Espectro do Autismo (TEA), sejam serem “sem educação”, boa parte de tudo que usam para se comunicar estes aprenderam com aqueles que o cercam.

E um comportamento inadequado pode ter surgido a partir disso, desta maneira, o conselho nestas situações é primeiro mostrar que usar palavrões é errado  e depois tentar descobrir onde foi que o Asperger aprendeu aquelas palavras.

Com um bom jogo de cintura e um saco de paciência, tudo se resolve no fim.

« »
1 Comments

    Neide Do Amaral

    agosto 15, 2017 at 12:29 pm

    Vc corrige o asperger qdo criança, e depois qdo eles ficam adolescentes eles disparam com os palavrões novamente, só que tentamos impor limites, mas mesmo assim qdo ficam nervosos falam não tem jeito.