BREAKING NEWS

Conheça as dificuldades que um Asperger encontra no trabalho

Foto: Divulgação

Já falamos muito aqui no Blog que pessoas que tenham a Síndrome de Asperger, ou ainda outros transtornos do Espectro do Autismo (TEA), podem ter uma vida “normal”, porém com alguns “limites” impostos por sua condição.

E um destes aspectos de “normalidade” se dá a capacidade de poder ter seu próprio emprego.

Aspergers podem ter uma vida “quase normal”, como pessoas que não tenham essa síndrome e o trabalho é algo que estes podem exercer normalmente.

Claro que como em tudo estes irão enfrentar algumas dificuldades por conta do Asperger. E é exatamente disso que iremos tratar neste artigo.

Quando um indivíduo que tem a Síndrome de Asperger chega a sua vida adulta, geralmente estes começam a buscar uma profissão da qual tenha a melhor “capacidade” de executar de maneira satisfatória.

Geralmente estes tendem a procurarem empregos, cuja seus “hiperfocos” possam ser usados de maneira integral e assim poderão trabalhar de forma excelente.

Porém nem sempre isso é possível e o Asperger se vê obrigado a encontrar um emprego do qual não “goste muito”, isso é algo que também ocorre com a maioria das pessoas tidas como “normais”, pela sociedade, já que por vezes acabamos trabalhando em algo que não gostamos de fato.

Como já era de se imaginar uma das principais dificuldades vividas por um Asperger em seu ambiente de trabalho se dá pela sua dificuldade de comunicação.

Essa “deficiência” acaba fazendo que por vezes o indivíduo não passe nem mesmo nas entrevistas que realiza, isso ocorre porque geralmente o indivíduo não consegue expor de maneira clara e objetiva, como é que seus talentos poderiam serem úteis para a empresa da qual tenta ingressar.

Fora alguns outros pontos, como por exemplo a falta de contato visual com o entrevistador que pode mostrar para este um “sinal” de que o candidato não esta preparado para a vaga e por isso esta apreensivo com a entrevista.

Nervosismo é algo normal de se acontecer em entrevistas de emprego, porém para o Asperger esse tende a ser mais “acentuado” e  ele pode acabar se atrapalhando com as palavras.

Podendo ser avaliado pelo entrevistador com alguém totalmente incapaz de trabalhar em grupo.

Bem mais vamos supor que tudo saiu bem e o Asperger conquistou a vaga de emprego. Os problemas ainda não terminam com isso.

Pelo contrário, eles geralmente começam bem aí. Isso porque, assim como em qualquer outro ponto da sua vida.

O Asperger pode não ser compreendido pelos seus colegas de trabalho e acabar criando um certo “desconforto” nestes que tendem a se afastarem o máximo que podem do indivíduo, que estando só, pode não conseguir desempenhar de forma eficiente suas funções na empresa.

Outro ponto difícil no contexto de trabalho de um Asperger é a dificuldade de “compreender” regras.

Pode ser que o líder que esteja responsável pelo indivíduo não passe as informações de maneira clara o “suficiente” e assim o Asperger pode se atrapalhar em suas tarefas.

Outro ponto que pode ser “dificultante” para o indivíduo é o fato destes por vezes passarem por perto de seus colegas de trabalho e não os cumprimentarem, seja apenas de forma ocasional, ou com um tradicional aperto de mãos.

Causando nos outros uma sensação de que o Asperger se acha uma pessoa “superior”, “egoísta”, ou algo deste gênero.

Tudo isso dito acima pode atrapalhar e muito a inserção de um Asperger no mercado de trabalho. Mas não é o “fim do mundo” também, visto que com um pouco mais de paciência o indivíduo pode descobrir algo que goste de fazer e que possa usar como um “gancho” em seu trabalho.

O conselho deste artigo é que o indivíduo busque montar uma rotina bem clara de seus compromissos no seu ambiente de trabalho. Tendo isso feito fica bem mais fácil de seguir tudo conforme se pede.

Outro grande conselho é o de que você siga como profissão, algo que de fato goste de “fazer”, tudo que é feito de forma prazerosa, fica melhor!. Principalmente para um Asperger!.

Me ajude a publicar meu primeiro livro que fala sobre um jovem que tem alguns traços do Asperger e sofre muito por não fazer amigos e ainda por se achar “estranho”. Porém ele vai mudando com o tempo e surpreendendo até mesmo a si, com todas as descobertas misteriosas que cercam sua vida.

AJUDE  O LIVRO O ANTISSOCIAL:

http://catarse.me/livrooantissocial

« »