BREAKING NEWS

As causas dos problemas na coordenação motora no autismo

Foto: Reprodução

No artigo de hoje iremos abordar um dos principais aspectos que ajudam a identificar os transtornos que hoje em dia são definidos como sendo parte do Espectro do Autismo (TEA).

Trata-se da coordenação motora que nestes indivíduos tende a ser um tanto, quanto “deficitária”.

Ao menos 80% dos indivíduos que sofram com algum dos graus do autismo. Seja ele leve, médio ou ainda severo, possuem dificuldades motoras.

Essas dificuldades na coordenação motora pode ser descrita como por exemplo uma maneira “desajeitada” de andar, dificuldades para realizar tarefas simples, como por exemplo “amassar um papel”, entre outros.

Outro aspecto que pode ser considerado como sendo parte das dificuldades na coordenação motora fica pelo fato do indivíduo que possui o TEA ter algumas dificuldades com o olhar, ou ainda o “olho controle do movimento”.

As causas para essas dificuldades motoras ainda não são totalmente conhecidas, mas um estudo realizado pela universidade americana  Medical Center de Chicago descobriu uma conexão neural defeituosa que pode ser uma das causas dos problemas da coordenação motora em indivíduos  com o TEA.

Essas conexões neurais dadas pelos estudiosos da universidade como sendo “defeituosas” apresentavam algumas anormalidade sinópticas que podem desempenhar um papel importante nas dificuldades motoras apresentadas por indivíduos que tenha o Asperger, Autismo ou qualquer outro transtorno do TEA.

As conexões neurais defeituosas são conhecidas pelo nome de “Célula de Purkinje” que são uma das partes do neurônios, responsável pela capacidade de aprendizagem motora.

Para testar seus estudos, os cientistas realizaram alguns testes com ratos “normais” e ainda com ratos que tinham o “TEA”.

No teste eles colocaram os camundongos em uma situação de aprendizagem na qual deveriam associar um sinal de luz curto, com um sopro de ar.

Os ratos “normais” associaram o teste de forma bem rápida e todas as vezes que foram submetidos ao mesmo, acabaram piscando em resposta a luz. Algo não apresentado no caso dos ratos que tinham o TEA que enfrentaram grandes dificuldades de aprendizagem e cometeram vários erros neste teste de piscar os olhos.

Com tudo isso, eles acabaram concluindo que as dificuldades motoras em pessoas com o TEA devem ser causadas por uma “poda sináptica ineficiente”, essa poda sináptica seria a responsável pelo corte de sinapses desnecessárias quando o cérebro se desenvolve.

Os problemas na coordenação motora de indivíduos com TEA podem até mesmo influenciar no tempo em que o mesmo leva para começar a andar, quando ainda esta em seus primeiros anos de vida.

Quando isto é observado pelos pais, se faz necessário a busca de um apoio de um fisioterapeuta, ou ainda um outro profissional capacitado para ajudar que a criança desenvolva melhor suas capacidades motoras e assim possa vir a ter uma qualidade de vida melhor.

Ajude o livro “O ANTISSOCIAL” ser publicado. O livro narra a historia de um jovem que é parte de uma sociedade do futuro que se viu obrigada a deixar o planeta Terra para traz, após esse entrar numa nova era glacial.

Esse jovem teve uma infância conturbada por suas dificuldades de interação social, e ainda por ele se sentir “estranho”, já que não via similaridade com nenhum outro habitante da nave que era o lar “temporário” do resto da humanidade. Ate que eles encontrassem um novo “lar” para a humanidade seguir existindo.

Tudo isso, porém começa a mudar quando ele e os outros jovens entram em hibernação em meio a um desastre ainda maior e começa a sofrer por um silencio absurdo e ainda uma escuridão sem fim. Em meio a toda essa agonia, ele começa a ter visões com o pai que havia abandonado a nave, pouco antes do desastre que botou fim no planeta Terra ocorresse, nestas visões seu pai lhe pedia para juntar as pessoas mais confiáveis da nave e para que seguissem rumo a Vênus e se surpreendessem com tudo que encontrariam.

A partir dai o jovem passa a viver diversas aventuras e vai descobrindo que nem era tão “estranho” e “antissocial” como imaginava ser!.

APOIE O ANTISSOCIAL:

http://catarse.me/livrooantissocial/

 

« »